Lei que ainda precisa ser parovada pode proibir transgêneros em banheiros de escolas nos EUA

Intenção é que eles usem espaços separados dos demais estudantes. Dakota do Sul pode ser o primeiro estado do país a seguir essa conduta.

O estado de Dakota do Sul, nos Estados Unidos, pode ser o primeiro do país a proibir que alunos transgêneros frequentem banheiros voltados para o sexo com o qual se identificam. A lei ainda precisa ser aprovada pelo governador Dennis Daugaard.

A proposta é que vestiários, banheiros e chuveiros dos colégios de Dakota do Sul só possam ser usados por estudantes do mesmo sexo. Se o aluno for transgênero e seus pais consentirem que ele seja tratado dessa forma, deve frequentar um espaço específico e separado dos demais. Se a lei for aprovada, os transgêneros usariam banheiros individuais ou vestiários unissex.

Uma representante do governador afirmou ao site de notícias CNN que o político ainda não tomou uma posição. Ele iria conversar tanto com membros de um centro de igualdade, que defende gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros, quanto com os defensores dessa lei. De acordo com a CNN, Daugaard não conhece nenhuma pessoa transgênera.

Comments are closed.